Os Pinguins do Sr. Popper – Richard e Florence Atwater

368

Os Pinguins do Sr. Popper está em minha lista de leitura um bom tempo, não tinha lido ainda por falta de tempo e por achar que não seria um livro que eu iria gostar, bom me enganei e muito. O livro é tão fofo e com uma leitura tão gostosa que não tem como não se apaixonar, é uma leitura rápida, cheia de ilustrações e te faz dar gargalhadas com as peripécias dos pinguins.

O livro conta a história do Sr. Popper e sua família, uma família humilde e cheia de amor para dar; Sr. Popper é um pintor de paredes muito conhecido em sua cidadezinha chamada Água Mansa, sempre foi um grande sonhador, enquanto trabalhava a sua cabeça viaja pelo mundo. Com a chegada do inverno a temporada de pintar casa havia terminado, agora só na primavera voltaria a pintar casas, Sr. Popper então passaria os dias em casa, o que deixava sua esposa louca.

Sra. Popper tem uma mania de limpeza e com o marido em casa ela tinha que limpar mais, pois o Sr. Popper não era nada organizado e como ele não tinha nada para fazer só atrapalhava na arrumação da casa; apesar de ser uma senhora muito bem organizada e às vezes um pouco chata a Sra. Popper é um amor de pessoa.

Sr. Popper é um leitor voraz, principalmente no que envolve assuntos sobre o Ártico, Antártica, Polo Norte e Polo Sul, sabia de cor e salteado tudo sobre os exploradores daquelas regiões, Sr. Popper era um especialista no assunto. Ele nunca havia ido em nenhum desses lugares, mais pelos livros e filmes ele já viajou muito.

No dia 29 de setembro Sr. Popper correu para o rádio para ouvir uma das suas estações preferidas e com a ansiedade a mil, Sra. Popper não entendia o porque de tanta euforia, e assim que ouviu o almirante Drake falando um “Alô, Sr. Popper”, ela entendeu o porque de tudo aquilo.

Sr. Popper havia enviado uma carta para o almirante e com todo carinho o almirante Drake respondeu para o Sr. Popper na transmissão de rádio, lhe prometendo uma resposta, mas não uma resposta qualquer, era para ele aguardar uma surpresa. Sra. Popper ficou super impressionada e feliz pelo marido, Sr. Popper não teve que esperar muito pela surpresa e logo recebeu uma caixa um tanto grande em sua casa. Ao abrir a caixa levou um baita de um susto, tinha um Pinguim lá dentro, Sr. Popper ficou mega surpreso e ao mesmo tempo feliz, logo o pinguim ganhou nome, Capitão Cook, e um lugar no coração da família dos Popper e logo a aventura com o pinguim começou.

O livro, Os Pinguins do Sr. Popper é o que inspirou a adaptação cinematográfica em 2011, Os Pinguins do Papai, estrelada por Jim Carrey e produzida pela Fox Film. Um filme ótimo para assistir com toda a família!

  • Escrito por: Richard e Florence Atwater;
  • Editora: Intrínseca;
  • ISBN: 978-85-8057-057-1;
  • Ano: 2011;
  • Páginas: 144;
  • Skoob: AQUI;

 

  • SINOPSE:

O Sr. Popper, pintor de paredes, tem um sonho: ser um intrépido explorador na Antártica e viver entre seus animais favoritos, os pinguins, ao lado de seu grande herói, o almirante Drake. Ele fica completamente admirado quando o almirante responde a uma de suas cartas e lhe envia uma encomenda com… um pinguim! Um pinguim de verdade! Logo o bichinho ganha uma companheira, e antes que se dê conta o Sr. Popper tem um rinque de patinação no gelo em seu porão e uma dúzia de lindos pinguins vivendo em sua casa. Quase sem dinheiro para alimentar a família e com uma dívida cada vez maior por conta de compras e mais compras de peixe fresco e camarões, o que o criativo Sr. Popper poderia fazer? Treinar seus pinguins e colocar o pé na estrada com um belo espetáculo, é claro! Uma história inesquecível que se tornou o clássico mais querido de várias gerações de leitores, convidando-os a imaginar, sonhar e acreditar que, sim, tudo é possível.

 

  • TRAILER DO FILME:

 

Comentarios

comentarios