Kingsman: O Círculo Dourado

219

Kingsman: Serviço Secreto chegou nos cinemas em 2014 apresentando um novo universo, totalmente diferente mais bem cool, com diversas zoeiras, cenas de ação de tirar o fôlego e a elegância de um cavalheiro; nesse ano de 2017 tivemos o segundo filme, Kingsman: O Círculo Dourado, que estreou a poucos dias no cinema e vem dividindo opiniões.

Nós mal começamos a ver o filme e já entramos naquela ação que só Kingsman tem, com nosso querido Eggsy, agora um agente formado. Com a ajuda de seus amigos, Eggsy terá que lidar com um novo vilão ou melhor uma vilã, que está distribuindo drogas que causam efeitos horríveis nas pessoas e que só ela poderá resolver esse problema.

Apesar de bastante ação, o filme ainda abri brecha para sabermos como anda a vida de Eggsy fora da espionagem, noivo da Princesa Tilde, que salvou no primeiro filme, Eggsy terá que conhecer os pais de Tilde, revemos os amigos dele e até o fofo do J.B.; vemos também a tristeza que Eggsy sente ao lembrar de seu mentor e amigo Harry Hart.

Após Eggsy e Merlin perder tudo no ataque feito pela vilã Poppy Adams, incluindo amigos e tudo que tinham, eles descobrem um grupo de espionagem chamado Statesman, a versão americana dos Kingsman. Os Statesman são meio que jogados no filme e muitos dos personagens ficam de fora como: Tequila e Ginger que mal aparecem e seus personagens não são muito bem desenvolvidos, estão ali apenas para poder ajudar Eggsy e Merlin a derrotar a nova vilã.

Poppy Adams não tem nenhuma novidade como vilã, suas ações no filme são meio que previsíveis deixando suas cenas chatas e cansativas, boa parte de sua participação no filme é bem idiota, principalmente quando o cantor Elton John entra nas cenas e por incrível que pareça ele acaba ganhando mais destaque que a própria vilã.

Kingsman: O Círculo Dourado é um filme bom, mas é apenas isso! As cenas de ação são de arrepiar e te deixa mega aflita com a câmera lenta; apesar de uma perca grande entre seus personagens, ganhamos outros que podem ser a chave para um terceiro filme melhor (se tiver). Apesar de gostar bastante da atriz Julianne Moore, ela foi a que mais me decepcionou no filme todo; o filme se torna um pouco cansativo e repetitivo, tendo cenas um pouco parecidas com o do primeiro, deixando claro que o primeiro filme é ainda o melhor.

  • Lançamento: 28 de setembro de 2017;
  • Direção: Matthew Vaughn;
  • Gênero: Ação, Espionagem, Comédia;
  • Nacionalidade: Reino Unido, EUA;
  • Elenco: Taron Egerton, Colin Firth, Mark Strong, Julianne Moore, Halle Berry, Channing Tatum, Pedro Pascal, Jeff Bridges, Edward Holcro, Sophie Cookson, Hanna Alström, Elton John;

 

  • SINOPSE:

Um súbito e grandioso ataque de mísseis praticamente elimina o Kingsman, que conta apenas com Eggsy e Merlin como remanescentes. Em busca de ajuda, eles partem para os Estados Unidos à procura da Statesman, uma organização secreta de espionagem onde trabalham os agentes Tequila, Whiskey, Champagne e Ginger. Juntos, eles precisam unir forças contra a grande responsável pelo ataque: Poppy, a maior traficante de drogas da atualidade, que elabora um plano para sair do anonimato.

 

  • TRAILER:

 

Comentarios

comentarios